2 de setembro de 2010

Síndrome da Pedrada.

      Você já ouviu falar em Síndrome da pedrada? Não??? Pois é, até uns 2 dias atrás eu também nunca havia ouvido falar nessa tal síndrome. É, são milhares de síndromes por aí que desconhecemos... 
      
      Esses dias vi o sofrimento de uma paciente da minha chefe quase chorando de tanta dor na panturrilha. Para quem me conhece sabe que trabalho em consultório dentário, antes que pensem que trabalho em clínica de fisioterapia, rs. Então, a paciente dizia que estava caminhando em direção ao consultório e que derrepente sentiu uma dor muito forte na panturrilha direita. Uma dor que a fez achar que havia levado um tiro na perna, como se alguém estivesse enfiando algo na panturrilha dela, e com força. E mesmo assim ela veio para a consulta mancando e remoendo de dor.
     Ela, sim, é fisioterapeuta. E a primeira coisa que ela disse que parecia ser era o de rompimento de fibra, mesmo achando estranho isso acontecer pois ela não tem vida sedentária, e isso é comum nos sedentários (ai meu deus... rss). Ela faz caminhada todos os dias. Foi quando ela surgiu com a hipótese de "Síndrome da pedrada".
      Bem, hoje liguei para ela para saber como estava, e qual era o diagnóstico real. Segundo o médico: Síndrome da Pedrada!
      Bem, curiosa como sou, pesquisei na internet sobre tal e irei compartilhar com vocês o que é essa tal síndrome, okay? Sempre é bom saber um pouco mais sobre essas síndromes que surgem do nada e muitas vezes não sabemos o que fazer com determinadas dores.

      Beijoca grande em todos!
      Fiquem com Deus!!

------------------------------------------------------------------

Síndrome da pedrada ( Diagnóstico e tratamento) Autoria: Prof. Esp. Alexandre Carbonell

             Você já sentiu como se tivesse levado uma pedrada na panturrilha quando estava correndo?
             Não se assuste você sofreu a chamada síndrome da pedrada. Que é uma súbita e forte dor na perna (panturrilha), que vem acompanhada de um edema, e que muitas vezes ou nas maiorias das vezes com equimose (manha roxa), que poderá ser proveniente de uma lesão muscular.
             Os sintomas mais freqüentes são dores fortes na perna, sem ter relação com esforço ou imobilização. Como ocorre uma lesão muscular, com hematoma, que às vezes poderá estar associada a uma trombose das veias do músculo que está lesionado.
             O diagnostico devera ser feito por um médico que poderá pedir uma ressonância ou ultra-sonografia, que ira identificar a trombose ou uma lesão muscular. Geralmente é indicado o repouso, bolsa com água quente, além do uso de analgésico.

Fonte: Pratiqueatividade.com

2 comentários:

Filgueira disse...

Boa tarde, neu nome é Francisco, nunca tinha ouvido falar em Síndrome da pedrada, até acontecer comigo, doi muito, a primeira sensação foi de uma pedrada, um pontapé ou até mesmo um tiro, pois, estava jogando futebol, quando aconteceu estava correndo sem ninguém por perto.Não ficou rocho mas, segundo o médico, foi uma ruptura parcial do múculo.Agora vou fazer ultrasom para uma melhor diagnóstico.Boas melhoras para min, rsrsrsrs.

gallu disse...

ola, sou Milton, ja tinha lido sobre esta síndrome há uns meses atrás, porém, nao sabia que viria acontecer comigo em breve, li e nao dei muita bola pois os sinais ja apareciam constantemente, gente parece, uma pedrada, um chute muito forte e no meu caso até olhei pra tras pra ver quem me chutou, em vão, estava sozinho com a bola e preparava pra ir ao ataque derrepente o "estalido" nada confortavél, meus amigos tbem escutaram,foi terrível e quase desmaio... por isso galera fiquem atentos aos sinais do corpo... ah outro sintoma que senti muito, foi um calor no pé e um pouco de dormência e o inchaço no tendão que nao dei bola.. fiquem atentos, pois DÓI PRA..........