6 de abril de 2011

Relacionamentos de Plástico.

               

               Conheci pessoas que cultivam relacionamentos de plástico, não sei se pela praticidade ou pelo fato que não precisam regá-los! Elas não criam vínculos reais com os parceiros. Elas ligam-se não por fios de cobre ou fibras-óticas, mas ligam-se aos companheiros por wireless. Ou seja, ligam-se por ondas vagas no ar. Conectam-se e desconectam-se de acordo com as suas conveniências, e são tão frias que racionalizam tudo!
               Ah! Estão sempre a por a culpa de suas insensibilidades... no outro! São pessoas que trazem feridas na alma de seus relacionamentos frustrados, e em decorrência deles já não capazes de cultivarem nada vivo.
Só os relacionamentos de plástico lhes são tangíveis. Essas pessoas deviam fazer terapia, se tratarem!
                  Algumas chegam à loucura... de cobrar frutos das plantas de plástico!
Penso que se começarem a cuidar de plantas vivas já será um bom começo!

2 comentários:

Júuh . disse...

Eu queria muito saber o que passa na cabeça de pessoas assim, sério mesmo!

Mas quero saber de vc flor, tá bem né? Manda noticia!

Beeijo

Amanda Almeida. disse...

Relacionamentos de plástico, melhor nem ter! Neste caso a melhor coisa a fazer é assumir a solteirisse constantemente, principalmente para a pessoa com quem se tem um "caso".
Estou bem, Juh! Bem melhor que antes. Mas ainda sinto algumas coisas. Mas... não posso fazer nada, os médicos entraram de greve e meu dinheiro do plano está lá, sem poder ser usado. Enfim... é o Brasil, né!